Vidro 3 – Falso vitral

Um vidro comum (de azeitona, maionese, azeite, palmito…) pode ficar bem bonito para criarmos itens decorativos.
Trata-se de um trabalho de reciclagem de vidros.

Material necessário:
– Vidro com tampa
– Tinta verniz vitral de várias cores (ou Aquavritral)
– Pasta relevo preta (ou Volume Cetim preto) para o falso acabamento em fero que une os pedaços de vidro.
– Pincéis chatos números 6, 8 e 10
– Solvente para limpar os pincéis

Modo de fazer:
Com a pasta relevo, comece a fazer os traçados: pode ser quadrado, retangular, o desenho que for de agrado.
A tinta relevo preta demora 2 h para secar. Depois disso, você começa a pintar os quadrados com as tintas coloridas.
Jéfferson dá uma dica importante: passe sempre de cima para baixo. Caso ele dê uma escorregadinha, passe o dedinho e limpe.
Você vai preenchendo os quadrados e, cada vez que mudar de cor, não se esqueça de limpar o pincel com o solvente.
Após aguardar a secagem da tinta e da pasta relevo por 4 h, a peça está pronta.

Fonte: Artesão Jefferson Gabriel

Vídeo: www.criatividadesemlimites.com.br

Anúncios

Vidro 2 – Corte por luz solar

Encontrei esses dias um vídeo impressionante, uma pessoa cortando uma garrafa usando a luz solar.

Essa técnica eu não testei, mas é bem provável que seja verdadeira, e não tão complicada. A  lente e o horário da luz solar que são as variantes, deve ser em horário de sol de meio dia e a lente deve ser bem grossa.

Vidro 1 – Como cortar garrafas

Esses dias estava querendo fazer uma luminária com a parte de cima de uma garrafa, a aprte que vai afunilando. Fiz uma pesquisa rápida e encontrei um vídeo com maneira muito simples de fazer isso.

Caso seja um garrafão de vilho grande e largo, a parte de cima vira uma linda luminária, e se for uma garrafa de vinho tradicional, a parte de baixo vira um jarro de rosas muito útil.